Opiniones

Valoración media de nuestros clientes
4.8 sobre 5

Productos más vistos

Boletín

Inicio

Información

Pack Salvia Divinorum

O pack contém:

10 grs.de salvia folhas secas

1gr. de extrato de salvia 5x

1gr. de extrato de salvia 10x

1 mechero soplete Colton

1 " bong acrílico "Pato".

More details

40,28 €

-20%

50,35 €

Disponible

No hay puntos de recompensa para este producto porque ya hay un descuento


Puntuaciones: 4.5/5 (75 votos)

    SALVIA DIVINORUM

    Salvia divinorum, telefonema também ?ska pastora?, ?ska María?, ?erva María?, "erva dos deuses", erva ancestral de características visionarias usada pelos chamanes para a adivinación pelo povo dos mazatecos, em Oaxaca (México).  

    O princípio ativo dela Salviadivinorum é o telefonema salvinoria-A, que provoca fortes alucinaciones.
    Mecanismo de ação

    Achava-se que a salvinorina-A não atuava através de nenhum dos neurotransmisores  conhecidos. Disse-se que a sua molécula em realidade não é alucinógena senão onirógena; isto é, que dispara o mecanismo cerebral que muda o estado de vigília pelo estado de sonho, mas retendo a de consciência (o chamado ?sonho consciente?).

    Recentemente descobriu-se que é um potente agonista dos recetores opioides kappa (que produzem analgesia espinal, miosis e sedación) e que não tem ações sobre os 5-HT2A serotoninérgicos, principal mecanismo molecular responsável pelas ações dos alucinógenos clássicos. Estes estudos sugerem um importante papel dos recetores kappa sobre a modulación da perceção humana e uma nova via terapêutica para o tratamento das patologias relacionadas com as distorsiones percepturales tais como a esquizofrenia, a demência e as desordens bipolares.

    Formas de emprego

    As folhas de Salvia divinorum tradicionalmente administraram-se em forma oral, em infusões ou mastigando-as. Na Europa recentemente adotou-se a modalidade de secar folhas de Salvia divinorum ou fazer extratos muito poderosos e fumá-los em bongs ou pipas de água acendidas com mecheros estilo soplete, já que a salvinorina-A tem uma temperatura de vaporización muito alta, pelo que fumar em um cigarro ou pipa convencional com o fogo de um encendedor convencional não serve de muito. Se mastigam-se as folhas frescas, os seus efeitos iniciam aos 30 minutos após a ingestión e prolongam-se durante pouco mais de uma hora. Se fumam-se secas ou em extrato começam a surtir efeito aos 30 segundos e declinan poucos minutos depois. Não obstante salvinorina-A não é considerada uma droga por não conter nenhum tipo de ingrediente adictivo, pelo qual em alguns países segue sendo absolutamente legal.

    Se fuma-se, costuma utilizar-se menos de média grama de folhas que equivale a 1 ou 2 fumadas. No caso dos extratos, todos costumam ser extremamente potentes (se devem usar com precaução), já que a salvinorina-A pura é um dos princípios ativos mais potentes; só é comparável com o LSD, já que é ativo a partir de 20 microgramos. Ainda não se determinou a quantidade letal, no entanto, doses próximas ou maiores a 2 miligramos  podem resultar altamente perigosas.

    Se consome-se pela primeira vez é aconselhável consumir um extrato de 5x, já que 10x, 15x e 20x podem catapultar ao consumidor a um estado fora da realidade em poucos segundos, a um mundo de visões e experiências que quiçá não esteja preparado para experimentar. Uma dose de 5x é uma dose baixa que provocará grandes distorsiones da visão e experimentar-se-á uma sensação de como se a pele fosse sujeitada ou atirada, mas sempre manter-se-á a consciência do mundo e a realidade aos quais um está acostumado. Com uma dose média o consumidor se "ausenta" da realidade, por uns minutos hipnotizados pelas imagens que vê a sua mente; ou também é possível que o consumidor estalle em gargalhadas e se mova como bêbado; pode ser que depois disto o psiconauta entre em um estado de terror que não dura mais de uns minutos. Uma dose alta de salvinorina-A, entre 15x e 20x destruirá por completo o conceito espaço-tempo do consumidor por longos minutos, em um ambiente preparado e cómodo, pode que a viagem seja construtiva e se recorde como algo muito especial o resto da vida; pode chegar a ser uma experiência de autoexploración. Se não se prepara o ambiente adequado pode provocar uma má viagem de grandes proporções que deixar ao psiconauta inseguro e assustado inclusive por semanas.
     Efeitos psicológicos e fisiológicos

    A salvinorina-A tem dramáticos e intensos efeitos psicoactivos, bastante diferentes dos de outros psicodélicos. Experimentos recentes com salvinorina-A mostraram diversos resultados que vão desde intensidade e terror alarmantes até experiências introspectivas muito agradáveis. Os efeitos da salvinorina-A são muito sensitivos à luz e à estimulação sonora. As suas propriedades psicoactivas só podem ser experimentadas na escuridão e em silêncio, contrariamente aos alucinógenos serotoninérgicos. Sobre os seus efeitos fisiológicos, unicamente sabe-se que provoca um descenso na temperatura corporal, da pressão sanguínea, e sudoración. Pode apresentar-se uma ligeira dor de cabeça no dia posterior à administração. Não há estudos sobre o consumo prolongado. Alguns sujeitos relatam experiências quando se administra fumada nas que a sua mente se abstrae, sem poder reconhecer a realidade que lhe rodeia, com incapacidade de falar, e chegando a perder o sentido da realidade, mas durante um curto lapso de tempo que pode chegar a um máximo de 2 ou 3 minutos.
     

     

    Fuente: http://es.wikipedia.org/wiki/Salvia_divinorum

Ratings and comments from our customers

Score:
No comments
 - 
Opinion based on purchase

Entradas del blog en relación

Ningún entrada del blog en relación